« Voltar

Projeto Flood-serv soma e segue a passos largos

No inicio do mês de maio, os parceiros do Flood-serv reuniram-se em Tulcea onde debateram os últimos desenvolvimentos do projeto. O encontro aconteceu na sequência dos workshops realizados nas cidades-piloto – Genova, Tulcea, Bratislava, Bilbao, Famalicão – com vista à organização e definição dos requisitos da plataforma Flood-serv.

Depois de ser assegurado que o projeto responde efetivamente às necessidades dos cidadãos, utilizando o poder das novas tecnologias como meio de consciencialização e educação dos cidadãos em relação aos riscos e impactos das inundações, estão a ser dados os primeiros passos no desenvolvimento dos componentes.

Os países piloto visam unir cidadãos, autoridades públicas e outras partes interessadas para criar comunidades de apoio que possam unir forças contra os efeitos adversos das inundações.

Segundo Pedro Leite, coordenador do projeto em Portugal, "estão a ser desenvolvidos meios eficazes e ambientalmente favoráveis que vão reduzir os riscos relacionados com as inundações, através de uma cooperação orientada para as TIC de todas as partes interessadas, desde o governo, ao setor privado, às ONGs e a outras organizações da sociedade civil."

O projeto já conta com dois boletins informativos que assinalam desde as atividades e workshops já ocorridos nas cidades-piloto até à cobertura dos meios de comunicação social, registando as noticias já publicadas nos diferentes países envolvidos.
Assim, todos os desenvolvimentos do projeto podem ser seguidos não só através do site, Facebook e LinkedIn, como também através da newsletter do FLOOD-serv na qual os interessados se podem registar através do link:
http://www.floodserv-project.eu/flood-serv-second-newsletter-issue-now-available/